O Cafe De La Musique reinaugura na capital paulista no dia 19 de janeiro. A famosa casa  - dos sócios Álvaro Garnero, Kadu Paes, Gutti Camargo e Rico Mansur -  foi completamente repaginada e passa a apostar forte no conceito de discoteque com super festas, muita badalação e atrações de peso da house music.

A noite de abertura marca a estreia do projeto  "We Love Sundays" e conta com apresentação especial dos DJs americanos Lee Foss e Anabel Englund e dos DJs brasileiros  Lucky, Rico Mansur e Edu Poppo.

O espaço, pronto para oferecer diversão aliada ao glamour, tem  260 metros quadrados e capacidade para 300 pessoas. O projeto arquitetônico, novamente assinado pelo renomado designer alemão Rudolf Piper, segue o estilo mediterrâneo mas com toques contemporâneos como no bar que ganhou inspirações  dos verões da Croácia. O principal destaque é a pista central em meio aos camarotes, sob efeitos de luzes importadas de Dubai. A fachada também chega com um aspecto mais dinâmico e traz intervenções das discothèques de Saint-Tropez.  Já o novo bar oferece 61 rótulos internacionais, com notoriedade para o champagne Perrier Jouet e os vinhos Estandon Heritage (Provença, Itália) e Fanti Brunello di Montalcino DOCG (Toscana, Itália), além de 10 tipos de coquetéis autorais .

O conceito da marca

Inaugurado em 2005, o Cafe de La Musique foi o primeiro dining club do Brasil. O conceito trazido da Europa logo tornou-se febre na capital paulista, revolucionando o segmento com o novo formato adotado pelos night clubs mais importantes e badalados do mundo.

WhatsApp Image 2020-01-16 at 18.37.20
Gutti Camargo, Rico Mansur, Kadu Paes e Álvaro Garnero

Há mais de uma década, o Cafe De La Musique continua sendo referência, criando tendências na indústria do entretenimento e contribuindo com os mercados da moda, música e gastronomia. Atualmente tem 19 unidades no Brasil  e marcado presença nas principais festas e eventos pop-ups em lugares como Mônaco, Cannes, Paris, Miami, Nova York e os Hamptons.  

www.cafedelamusiquesp.com.br

%d bloggers like this: