Quem mora na capital paulista e sofre diariamente com a poluição e o trânsito, o combo estressante da megalópole, sente a necessidade de uma viagem para recarregar as energias. No interior do Estado, há ótimos refúgios para os viajantes que desejam aproveitar dias em contato com a natureza. E nem é preciso fazer uma tão viagem longa!

Escapar do agito da cidade e viver uma autêntica experiência no campo é um sonho que se torna realidade na Fazenda Santa Vitória. Sabe quando vamos visitar aquela pessoa que mora no interior e ela faz de tudo para você se sentir em casa? Faz as melhores comidas, várias vezes por dia, prepara um quarto gostoso e te dá dois dedim de prosa? Pois foi assim que nos sentimos por lá. E com um bônus: estar em uma fazenda do século XVIII.

A propriedade foi um dos baluartes da produção cafeeira durante o início do século passado, que devido a sua localização estratégica na rota da Estrada Real bem próxima da divisa com Rio de Janeiro prosperou e de lá pra cá cultivou cana, café novamente e estabeleceu-se na produção de leite. A fazenda fica a apenas 7 quilômetros ou 13 minutos de carro do centrinho histórico de Queluz.

Ou seja, essencialmente eis um espaço agrícola que desde janeiro de 2017 se propõe a uma nova vocação: a de receber hóspedes e mostrar com elegância a rotina da vida na roça. A hospedaria resgata o ambiente de uma fazenda de época e abre suas porteiras a quem dá valor à simplicidade com conforto. Recebidos como amigos, na chegada à Fazenda, a recepção pela sócia proprietária, Sra. Fábia, nos deu a sensação não de hóspedes apenas, mas de velhos amigos que chegam para uma visita.

Acomodações

As 13 unidades se dividem em quatro diferentes categorias: Suítes da Sede, Suítes Quintal e Casas da Montanha. A ideia é trazer à tona todo o charme e elegância do passado, mas em suítes que mantenham o conforto em alta. Além dos quartos na sede da fazenda, existe a opção de hospedar-se nas duas Casas da Montanha afastadas da casa principal. Estas duas casas de arquitetura contemporânea contrastam com o estilo colonial da fazenda, aliando privacidade e modernidade, para que você desfrute da paz e do som ambiente da natureza. Os quartos contam com cama king ou queen size e ar condicionado. Em ambas as opções de acomodação, não há nada que remeta a apartamentos tradicionais de hotel, como número de quarto e recepção, por exemplo. Esqueça televisão e wifi, a proposta da Fazenda Santa Vitória é proporcionar uma autêntica experiência campestre, valorizando o contato com a biodiversidade e a contemplação da natureza.

Gastronomia

Plantações, pastos, florestas e um riacho de águas cristalinas emolduram o descanso merecido. E repousar é também comer bem, em todas as dimensões da alimentação. Baseada no conceito literal de farm to table, a gastronomia da Santa Vitória aposta nos ingredientes orgânicos e mais do que frescos, geralmente vindos das próprias terras da fazenda ou de selecionados produtores da região, resultado de uma intensa e constante pesquisa.

Sob o comando de Mariza Santos, a responsável pela cozinha por mais de três décadas (patrimônio da fazenda, ela era responsável pelos banquetes na propriedade antes de receber hóspedes), que fez questão de se apresentar e perguntar sobre nossas preferências, a cozinha da fazenda busca fazer com que o visitante aprecie cada instante e cada sabor de uma gastronomia frugal, onde o requinte está na simplicidade. O menu é montado de forma a acompanhar o ciclo das estações, a sazonalidade e o clima em uma surpreendente experiência culinária. Entram em cena verduras, legumes e frutas orgânicas, a além de queijo, requeijão e iogurte produzidos com leite da própria fazenda. O luxo não está no excesso, é uma questão de detalhes.

Assinado pelo chef Pedro Siqueira, do premiado restaurante Puro, o menu conta com clássicos da fazenda, como feijoada da casa no rancho, parrilla e porqueta assada à moda da roça, em conjunto com as criações de Pedro como arrozes, nhoques e opções de carnes brancas (peixe e frango) e vermelhas (bife de Chorizo, costelinha de porco e paella caipira). Para adoçar o paladar, o chef oferece algumas opções da cultura de interior, como pudim e mousse, além de um trio de doces da fazenda (doce de leite, abóbora com coco e mamão verde), bem como cremes, frutas assadas e caramelo.

O que fazer:

Essencialmente: experimentar a fundo a rotina do campo. Com mais de mil hectares, a propriedade tem um sem-fim de trilhas. As vistas e paisagem mudam a todo momento. Você pode fazer trilhas por várias horas ou então andar a cavalo pelos arredores, alcançando mirantes únicos. Quem estiver mais disposto pode pegar bicicletas emprestadas e desbravar ladeiras e sentir o ventinho no rosto. A cavalo, de bike ou a pé o destino pode até ser o mesmo: a Cachoeira do Regato, uma queda com águas cristalinas e revigorantes.

Outra resposta que vêm à tona quando se pergunta o que há pra fazer na Santa Vitória: comer. Ou melhor, comer com todo o tempo do mundo. Afinal, pressa pra quê? O que pode haver de mais saboroso do que aproveitar os gostos e texturas de uma comida caseira, com aquele tempero da roça com uma sofisticação de chef? A ideia é realmente tirar o tempo de saborear cada refeição, tarde ou noite a dentro. Ah, claro e pela manhã também já que  geleias artesanais, bolos caseiros e o aroma de café coado, são apenas um sinal do que lhe espera.

Aos pés da Serra da Mantiqueira, é comum que as noites sejam mais frescas. Porém, em vários momentos do ano o calor pode ser forte. Em dias de muito sol um banho de piscina é mais do que bem-vindo. Esportistas e adeptos e atividades ao ar livre terão muito o que fazer ao redor, mas além de uma rede de trilhas, a quadra de tênis e o salão de jogos instalado no antigo galpão de ordenha são ideais para descontrair. No fim do dia, que tal relaxar na sauna ou banhando-se no caldário? A piscina com aquecimento natural via forno a lenha é o espaço perfeito para relaxar após um longo dia.

Experimente também ver as estrelas que não aparecem no céu turvo das cidades grandes, além da biodiversidade típica da Mata Atlântica. Tudo isso junto ao aconchego do fogo à lenha, da piscina de água natural corrente ou da sala com lareira. E para dar um toque especial, a decoração e o mobiliário deixam tudo ainda mais rústico e aconchegante, composto por flores por todos os lados, há canteiros na área externa e vasos de flores por todo ambiente interno. As áreas gramadas são de um verde maravilhoso, super bem cuidado.

Serviço:

Fazenda Santa Vitória

Endereço: Rodovia João Batista Melo Souza, km 5 – Queluz, SP
Site: fazendasantavitoria.com.br
Instagram: instagram.com/fazendasantavitoria/

%d bloggers like this: