A cidade Los Angeles está repleta de lugares para ver e ser visto, mas quando as celebridades desejam momentos de privacidade, longe da atenção dos paparazzi e da mídia, elas vão para o Hotel Bel-Air. Aninhado em 12 acres de jardins tropicais, este hotel da Dorchester Collection é um refúgio de luxo com uma atmosfera acolhedora e despretensiosa. O Príncipe Charles, hospéde frequente, sintetizou a experiência de hospedagem na propriedade quando disse: “É como ficar na casa de um amigo rico”. Não é de admirar, então, que o Hotel Bel-Air já tenha hospedado uma míriade de personalidades e celebriadades, incluindo Marilyn Monroe, Cary Grant, Elizabeth Taylor e até a princesa Grace Kelly de Mônaco, que chegou a morar no hotel antes de se casar com o príncipe Rainier III.

bel-air-hotel-exterior.0.0.jpg

Above-the-rest-hotel-bel-air-1x1-904x904.jpg

Considerado uma das propriedades mais emblemáticas e exclusivas do mundo, o falecido ator Tony Curtis disse certa vez sobre o Bel-Air: “Se eu pudesse, me casaria com o Hotel Bel-Air amanhã. Ele não me pergunta onde eu estive a noite toda. Ele não se importa se eu levar uma garota para casa. Ele arruma minha cama todos os dias, me alimenta regularmente, pega minhas mensagens fielmente e coloca minhas roupas em caixinhas amarradas com uma fita ”. Curtis deveria saber. Ele viveu notoriamente no Hotel Bel-Air no início dos anos 50, durante seu auge.

Não mudou muita coisa desde a Era de Ouro de Hollywood. Embora tenha passado por um extenso trabalho de renovação, alinhando sua sensibilidade e bom gosto com as mais modernas tecnologias dos 5 estrelas atuais, o Hotel Bel-Air ainda atende a casta dos poderosos de Hollywood e à elite multimilionária low profile de todos os cantos do mundo, oferecendo uma experiência que está cada vez mais difícil de se encontrar, o luxo marcado pela discrição e a sutileza.

hotel-bel-air-swans.jpg

hotel-bel-air-sanctuary-16x9-1600x900.jpg

Em termos de experiência e design, o Hotel Bel-Air é melhor apreciado precisamente pelo que não é, especialmente em relação ao que Los Angeles e Beverly Hills e Hollywood, em particular, tornaram-se nos mais de 90 anos desde que o hotel foi construído: barulhentos, chamativos, pretensiosos e superpovoados de turistas e curiosos com suas câmeras fotográficas. Hospedar-se no Bel-Air é uma experiência completamente única. Pode-se dizer que se assemelha mais como estar hospedado durante um final de semana (ou porque não uma semana?) na mansão mediterrânea de um amigo milionário, cuja equipe está emocionada para atender a todos os seus caprichos e necessidades..

Situado em uma rua residencial tranquila em um dos bairros mais prestigiados de Los Angeles (e de todos os EUA), o Hotel Bel-Air conta com 103 quartos (a maioria destes suítes) em uma área com 12 acres de jardins luxuriantes, caminhos sinuosos, lagos repletos de cisnes e árvores maciças, meticulosamente aparadas para criar uma sensação impenetrável de privacidade e exclusividade. Você nunca saberia que o hotel estaria lá, a menos que você devesse – nós passamos pela entrada três vezes antes de encontrá-lo -, e esse é exatamente o ponto.

Bel-air-tower-night_Square.jpg

hotels_2033_1.jpg

A verdadeira magia do Hotel Bel-Air, no entanto, é a essência sob medida que exala de forma totalmente despretensiosa. Atualmente, muitos dos hotéis “de elite”,  a maioria deles recém-construídos ou amplamente renovados, carregam consigo um duvidoso ar de luxo ostensivo, onde experiências e sensações parecem ser forçadas em vez de se encaixarem naturalmente. No caso do Hotel Bel-Air, esse esforço é captado nos pequenos detalhes: é disponobilizado no quarto um iPad de serviço, com funções que englobam toda sua experiência no hotel, ou a atenção especial dada a quem viaja com cães como serviços de concierge para animais de estimação, colchões de veludo e até personalizadas cestas de boas-vindas.

Entre as 45 suítes do hotel, destacamos a Canyon Suite, com 50 metros quadrados de espaço útil e uma estética que simboliza o glamour discreto clássico do aclamado design sul-californiano dos anos 50, decorada em uma suave paleta doe cores neutras, móveis e obras de arte selecionadas e amenities luxuosas como uma jacuzzi privativa, lareira e uma estonteante vista para as montanhas de Bel Air.

H0DG7_42932811_hba_270_patio.jpg

o (1).jpg

bel-air-canyon-suite-bathroom2400x1350-1600x900.jpg

Quando você não está circulando na propriedade do hotel tentando não ser visto, os hóspedes podem aproveitar o sol no pátio do jardim privativo ou tomar uma taça de vinho na relaxante área de estar junto à lareira a lenha. O espaçoso banheiro possui piso de calcário aquecido, uma enorme banheira de hidromassagem para tomar um longo banho, chuveiro de tipo rainfall e é claro, o tecnológico vaso sanitário japonês da Toto, que lava e sece suas partes íntimas e é capaz de lembrar intuitivamente suas preferências de temperatura e ângulo da água.

Como muitos hotéis icônicos, o Hotel Bel-Air mudou de mãos algumas vezes ao longo do século passado. No entanto, cada proprietário continuou prestando homenagem à glamourosa história repleta de estrelas do hotel, evoluindo com bom gosto para atender às necessidades da próxima geração de viajantes de elite. Atualmente, o Hotel Bel-Air é uma das dez propriedades da Dorchester Collection, rede proprietária de alguns dos hotéis mais famosos do mundo, como o Beverly Hills Hotel, Príncipe de Savoia e o 45 Park Lane.

Serviço:

Hotel Bel-Air

701 Stone Canyon Road

Los Angeles, California 90077

Tel: (310) 472-1211

www.dorchestercollection.com

 

 

%d bloggers like this: