A Nissan praticamente dobrou sua participação no mercado brasileiro em cinco anos. Feito cuja responsável direto é o SUV compacto Kicks, que se consolidou no segmento e desponta ano após ano entre os líderes da categoria. Visando o mercado de utilitários, a marca agora joga suas fichas no crescimento da picape Frontier. Lançada há apenas um ano e meio importada do México, a 12ª geração agora vem da Argentina, em um novo conjunto de versões e em busca de atender um público ainda maior (e mais exigente).

nissan-frontier-attack-4x4-2019 (8).jpg

nissan-frontier-attack-4x4-2019 (7).jpg

Para marcar essa nova fase, a Nissan relançou a Frontier Attack, uma das mais desejadas pelos fãs da picape média, que conta somente com tração 4×4, junto com a intermediária XE e a topo de linha LE. A Frontier Attack tem a função de agregar esportividade à linha. Daí a quantidade generosa de apetrechos visuais que emprestam um ar meio “invocado” e chamam a atenção de outros motoristas e pedestres por onde quer que passe. Adesivos pretos no capô, barra inferior dianteira, rack no teto, faróis com máscara negra, santantônio e grade escurecidos, além dos estribos que são uma mão na roda para entrar na cabine, fazem parte do pacote. Ao mesmo tempo, usa rodas de liga leve aro 16″ com pneus all-terrain.

Ótima dirigiblidade

Um dos principais da Frontier é sua dirigibilidade. Foi eleita como uma das melhores picapes média para se dirigir, pois consegue agregar comportamento dinâmico próximo ao de um sedã com desempenho e aquela bela dose de robustez. O motor turbo de 190 cv é um dos destaques. Entrega força necessária à picape em ampla faixa de rotações, sem acelerações brutas ou coices desnecessários a cada pisada no acelarador. O câmbio automático de sete marchas ajuda nessa missão, com mudanças precisas, ágeis e suaves.

nissan-frontier-attack-4x4-2019 (5).jpg

Sobra no asfalto e vence a terra com potência. Levamos a Frontier Attack para trechos de lama, pedras e repleto de buracos em um terreno acidentado. A tração integral (acionada pelo botão giratório) e a força em baixos giros — o torque de quase 46 kgfm está disponível antes das 1.500 rpm — faz a picape da Nissan se sentir em casa quando fora de estrada. As imperfeições da pista, além de subidas e descidas, são encaradas facilmente graças ao vão livre do solo de 23 cm e ao excelente ângulo de ataque de 30,3 graus, um dos melhores do segmento. A direção com assistência hidráulica poderia ser mais precisa, porém, oferece manobrabilidade de sobrea para a aventura.

nissan-frontier-attack-4x4-2019 (3).jpg

nissan-frontier-attack-4x4-2019 (2).jpg

Equipamentos espartanos

Funcionou, e o conforto fica acima da média do segmento. Pena que a lista de equipamentos da Attack não faça jus a esse esforço. Na segurança ela agrada, com controles de estabilidade e tração, assistente à partida em rampas e o controle de descida, muito útil para um off-road seguro ao atuar em conjunto com o ABS dos freios em declives íngremes, dosando a descida gradualmente. De bacana, a versão traz a nova central multimídia com espelhamento de celular e a bem-vinda câmera de ré para ajudar na hora de estacionar a grandalhona naquela vaga do supermercado. Porém, a central multimídia tem respostas lentas e confusas no manuseamento.

nissan-frontier-attack-4x4-2019 (6).jpg

nissan-frontier-attack-4x4-2019 (1).jpg

Conforto de sedan, em uma picape

A Frontier ainda se mostra muito sólida a cada trepidação de pista ou queda em um buraco nos momentos off-road, graças a sua estrutura reforçada. Segundo a Nissan, essa 12ª geração da picape ficou quatro vezes mais rígida. Essa estrutura, é claro, não é o ápice do conforto no asfalto. Mas não é como a maioria das suas rivais desengonçadas. Com a caçamba vazia, alguns quiques são inevitáveis — principalmente para quem viaja atrás –, porém, a engenharia na suspensão resultou em um modelo para lá de versátil, com o máximo de conforto possível. A picape oferece ar-condicionado com saídas traseiras, direção hidráulica, trio, volante multifuncional com ajuste de altura e computador de bordo.

nissan-frontier-attack-4x4-2019 (4).jpg

A Frontier Attack é uma das picapes mais confortáveis do segmento, com desempenho na média da concorrência. O preço entre R$ 150 mil e R$ 155 mil é semelhante ao de muitas rivais, em alguns casos até mais barata. É bem equipada, com controle de estabilidade, central multimídia, câmera de ré, volante multifuncional, Isofix, ar-condicionado, retrovisores elétricos com rebatimento e mais. Fica devendo os faróis de LED, item oferecido nas versões acima, os seis airbags do modelo LE e alguns itens oferecidos como acessórios, como protetor de caçamba e capota marítima. Mas oferece um bom conjunto por ser a Frontier mais barata com câmbio automático.

%d bloggers like this: